Munique: atrações gratuitas

Munique foi o nosso primeiro destino na Alemanha. Visitamos o país em setembro de 2016, especialmente para participarmos da tradicional Oktoberfest, a maior festa da cerveja do mundo.

Enquanto não estávamos na festa, aproveitamos para conhecer alguns pontos turísticos da cidade, entre praças, museus, jardins e parques. Demos preferência, às atrações gratuitas de Munique. Confira nossas sugestões:

 

Praças em Munique

Karlsplatz (Praça de Carlos)

Karlsplatz é uma praça localizada no centro de Munique, que conta com um enorme chafariz. Esta praça é utilizada como ponto de encontro e é um bom local para descansar ou fazer um lanche.

munique-gratuito-karlsplatz
Karlsplatz (Crédito: Luiza Maciel)

Bem próximo à Karlsplatz há um antigo portal medieval, chamado Karlstor (Portal de Carlos). Antigamente, este portal fazia parte de uma fortaleza que protegia Munique. Seguindo pela rua do Karlstor concentram-se várias lojas interessantes e artistas de rua fazendo apresentações.

munique-gratuito-karlstor
Karlstor (Portal de Carlos)

 

Marienplatz (Praça da Maria)

Um dos principais pontos turísticos de Munique, localizado na área central. A Marienplatz reúne muitos turistas interessados em admirar e fotografar a belíssima fachada da Neues Rathaus (Nova Prefeitura). A construção em estilo neogótica é imponente e rica em detalhes, se parecendo até com uma igreja.

munique-gratuito-marienplatz
Marienplatz (Praça de Maria)

Falando em detalhes, no centro da torre da Neues Rathaus há alguns bonequinhos, que em determinados horários do dia, fazem uma apresentação ao som de músicas e sinos, chamado de Glockenspiel. Infelizmente não conseguimos assistir.

 

Odeonsplatz (Praça de Odeon)

A Odeonsplatz é uma praça próxima ao Hofgarten, que concentra muitos pedestres, restaurantes e artistas de rua na região. A atração principal da Odeonsplatz é o Feldherrnhalle um imponente monumento que abriga esculturas em homenagem ao exército da Baviera.

munique-gratuito-odeonsplatz
Odeonsplatz (Crédito: Luiza Maciel)

 

Museus em Munique

 

BMW Welt (Mundo BMW)

A BMW é uma marca alemã que significa Bayeriche Motoren Werke (Fábrica de Motores da Baviera). O BMW Welt é um espaço moderno em que estão expostos os modelos de carros e motos mais recentes da BMW. A atração é gratuita, divertida e interativa, sendo permitido entrar e fotografar a maioria deles.

munique-gratuito-bmw-welt
BMW Welt (Créditos: Luiza Maciel)
munique-gratuito-bmw-welt
Showroom BMW Welt (Crédito: Luiza Maciel)
munique-gratuito-bmw-welt
BMW Welt (Crédito: Luiza Maciel)

O local também conta com restaurante, café e loja com diversas opções de souvenires BMW.

Além do BMW Welt, existe o BMW Museum (Museu da BMW), interligados por uma passarela. Esta atração expõe os modelos mais antigos e tradicionais, além de contar a história e evolução da marca. No museu há cobrança de ingresso e nós não o visitamos pois não tínhamos mais tempo disponível.

munique-gratuito-bmw-museum
BMW Museum (Crédito: Luiza Maciel)

BMW Welt: Acesso gratuito.

Horário de funcionamento BMW Welt: segunda a domingo das 07h30 às 00h00 (prédio e showroom) e das 09h00 às 18h00 (exibições).

BMW Museum: Ingressos – €10,00

Horário de funcionamento BMW Museum: terça a domingo das 10h00 às 18h00.

 

Parques em Munique 

 

Olympiapark (Parque Olímpico de Munique)

O Olympiapark está localizado próximo do BMW Welt e do BMW Museum, sendo interessante conciliá-los no mesmo dia de passeio. O parque foi construído para as Olimpíadas de Munique de 1972 e, atualmente, além de sediar alguns eventos, é um ponto turístico muito visitado.

munique-gratuito-olympiapark
Olympiaturm (Torre Olímpica)

O acesso ao Olympiapark é gratuito e o visitante paga apenas por algumas atrações que desejar conhecer. O tour pelo Estádio Olímpico e a visita à Torre Olímpica, por exemplo, são algumas das atrações opcionais pagas.

Após a entrada do Olympiapark há um belo lago. Na margem dele estão algumas estrelas no pavimento, indicando uma “calçada da fama”, chamada de Munich Olympic Walk of Stars. Esta galeria à céu aberto expõe nomes de diversas personalidades que já se apresentaram no local.

Em relação às atrações pagas, fomos apenas na Olympiaturm (Torre Olímpica). São 291,00 m de altura, com acesso ao topo por meio de elevadores. A vista é espetacular e compreende toda a extensão do Parque Olímpico, os prédios da BMW e uma visão geral de Munique. No alto da torre há ainda um minimuseu do Rock e um restaurante giratório.

munique-gratuito-bmw-olympiapark
Vista a partir da Olympiaturm (Torre Olímpica)

Horário de funcionamento Olympiaturm (Torre Olímpica): diariamente, das 09h00 às 00h00.

Ingressos Olympiaturm (Torre Olímpica): Adulto (€10,00), Crianças abaixo de 16 anos (€6,00) e crianças abaixo de 6 anos (gratuito). Preços especiais para famílias e grupos.

Clique aqui para conferir os horários de funcionamento e valores dos ingressos das demais atrações do Olympiapark.

 

Englischer Garten (Jardim Inglês)

O Englischer Garten é o maior parque urbano da Alemanha e é difícil visitá-lo por completo em um único passeio. Dentro do parque circulam alguns ônibus do transporte público de Munique, sendo uma boa opção para economizar no tempo de caminhada e ir até os pontos de interesse. Há também a possibilidade de alugar bicicletas para se deslocar pelo parque.

munique-gratuito-englicher-garten-biergarten
Chinesischer Turm – Biergarten

Nossa primeira parada foi na Chinesischer Turm (Torre Chinesa), onde almoçamos. Trata-se de um restaurante e Biergarten (Jardim da Cerveja) com uma ótima estrutura. No Biergarten todas as comidas disponíveis são típicas da Alemanha e já estão prontas para serem servidas. O cliente vai aos balcões, faz o pedido para o funcionário responsável por aquele prato e, em seguida, o recebe e coloca-o na bandeja. O mesmo funciona para as bebidas. Ao finalizar, o cliente vai até o caixa e faz o pagamento.

Nossas escolhas foram o Käsespätzle (massa artesanal com molho de queijo) e o Currywurst (salsicha de porco fatiada com ketchup e curry acompanhada de batata frita). No centro do Biergarten tem uma enorme torre em estilo chinês, o que deixa o local ainda mais bonito!

Depois de almoçarmos caminhamos pelo parque, mas percebemos que ele não é muito bem sinalizado. Encontramos alguns mapas posicionados em locais estratégicos e algumas placas. Se tivéssemos um mapa impresso, o deslocamento seria mais fácil.

Caminhamos até o Monopteros, uma construção em estilo greco-romano sustentada por colunas, localizada no alto de um pequeno monte. A arquitetura é muito bonita e é um bom local para apreciar a vista do parque.

munique-gratuito-englicher-garten-monopteros
Monopteros
munique-gratuito-englicher-garten-monopteros
Monopteros

Por fim, fomos até o Eisbach (Córrego Gelado), um trecho do Rio Isar que percorre o parque e a cidade de Munique. A água é cristalina e a paisagem linda! O som da correnteza traz uma sensação de tranquilidade e paz. Porém, não é só sossego que os frequentadores do Eisbach procuram.

Em um determinado ponto o Rio Isar forma uma onda contínua e vários frequentadores se aventuram a surfar no rio. Apesar de ter placas indicando a proibição da prática do surf e do nado, as pessoas não respeitam. Os praticantes do surf no rio vão equipados com pranchas e roupas de neoprene e logo se aglomeram curiosos para assistir. Realmente é uma atividade inusitada e interessante!

munique-gratuito-englicher-garten-eisbach
Eisbach: Surf no rio (Crédito: Luiza Maciel)

O Eisbach está localizado em um dos acessos de entrada/saída do Englischer Garten. Então, após observamos os surfistas, seguimos para o nosso próximo destino.

A entrada ao Englischer Garten é livre e gratuita, não há horário específico de funcionamento.

 

 

Jardins em Munique 

Hofgarten (Jardim da Corte)

Localizado no centro histórico de Munique, o Hofgarten é um lindo jardim aberto ao público e gratuito, anexo ao Residenz München (Residência de Munique), antigo palácio onde a família real viveu por muitos anos. Atualmente as dependências do palácio são utilizadas como museus e galerias de arte. A visitação ao interior do Residenz München necessita de compra de ingresso e está sujeita aos horários de funcionamento.

munique-gratuito-hofgarten
Hofgarten

O Hofgarten é um bom local para caminhar, descansar e fotografar. No centro do jardim há uma construção chamada Templo de Diana, que costuma ter apresentações de músicas ao vivo. Demos sorte e assistimos à apresentação de um violinista, o que deixou a visita ainda mais especial.

munique-gratuito-hofgarten
Violinista no Templo de Diana

Nas imediações do Hofgarten está o Bayerische Staatskazlei (Chancelaria do Estado da Bavária). Achei muito interessante observar esta construção restaurada com o contraste entre a arquitetura antiga e a moderna.

munique-gratuito-bayerische-staatskazlei
Bayerische Staatskaziei (Chancelaria do Estado da Bavária)

Clique aqui para conferir os horários de funcionamento do Residenz München e aqui para visualizar os valores dos ingressos.

 

Schloss Nymphenburg (Palácio Nymphenburg)

O Schloss Nymphenburg está localizado na região norte de Munique, em contraste com a área urbana. Ele não é um palácio com altura elevada, a maior dimensão do palácio é na horizontal, sendo até complicado enquadrá-lo em uma única foto.

munique-gratuito-schloss-Nymphenburg
Schloss Nymphenburg

Construído em estilo barroco, o Schloss Nymphenburg foi usado pela família real como residência de verão. Atualmente todas as dependências da edificação são abertas ao público para visitação. Nos concentramos apenas nos jardins, que além de plantas contém esculturas, chafarizes e um lago, em que nos meses de verão é possível fazer um passeio de gôndola.

munique-gratuito-schloss-Nymphenburg
Jardim do Palácio Nymphenburg

A visita ao jardim do palácio é gratuita, já para as demais áreas é necessário comprar o ticket. São elas: interior do palácio, museu das carruagens e porcelanas e o Jardim Botânico.

Horário de funcionamento dos jardins do Schloss Nymphenburg: janeiro a março, novembro e dezembro: das 6h às 18h, de abril a outubro, das 6h às 20h, de maio a setembro, das 6h às 21h30.

Clique aqui para conferir os horários de funcionamento das demais áreas do palácio e aqui para ver os valores dos ingressos dos ambientes internos.

Nossa estadia em Munique foi curta, nos hospedamos na cidade por apenas três dias, e conhecemos estas atrações. Em algumas delas a visita não foi completa, mas fizemos tudo que foi possível, dentro da nossa limitação de tempo. Aproveitamos os principais pontos da cidade, mas ficamos com um gostinho de conhecer mais e melhor.

 

*OBS 1: Viajamos à Alemanha em setembro de 2016. As informações para o post foram consultadas em janeiro de 2019 e poderão sofrer alterações.

*OBS 2: Ficamos hospedados por três dias em Munique em uma acomodação do Airbnb.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.